Thursday, 16 May 2019

A Certain Ratio ‎– Sextet (1982)


Style: Funk, New Wave
Format: CD, Vinyl
Label: Factory, Mute, Birdsong

Tracklist:
A1.   Lucinda
A2.   Crystal
A3.   Gum
A4.   Knife Slits Water
B1.   Skipscada
B2.   Day One
B3.   Rub Down
B4.   Rialto
B5.   Below The Canal

Credits:
Engineer – Phil Ault
Painting [Sleeve Painting] – Denis Ryan
Producer – ACR
Written-By – A Certain Ratio

A cereja no cimo do bolo. Depois de The Graveyard and The Ballroom e To Each..., regressa a obra-prima dos A Certain Ratio. E, com ela, uma singular estética mutante que aí definia com redobrada transparência o funk como centro de gravidade da acção. Será caso para admitir que as impressões de mestria e intemporalidade suscitadas pelo primeiro reencontro com o esquadrão libertário de Manchester adquirem perante este caso extremo de depuração da escrita contornos da mais indesmentível evidencia. 
Na verdade, os 23 anos transcorridos sobre a edição original de Sextet não causaram a menor beliscadura no sofisticado edifício de linhas oblíquas que então despontava nos horizontes pós-new wave. Do mesmo modo que não subtraíram uma partícula de frescura à linguagem fluida e inebriante que escorria desta apuradíssima síntese de rock, funk, fusão, trópicos, dub, minimalismo radical, culto da ambiguidade, poesia de estúdio, actividade «clive», apelo simultâneo a espírito e corpo (a lição que as vanguardas teimam em não querer aprender...), passes de prestidigitação sónica de sentido onírico e recorte espectral, manipulação de bandas magnéticas (o sampler ainda era assunto de ficção científica...), estudos aplicados sobre o tempo e o espaço e essa marca inominável que distingue deuses de mortais sob os céus do swing. Um paradigma estético. Mas, sobretudo, um monumento erguido em honra da escrita criativa. Que — como da primeira vez — mudará para sempre a percepção da música a quem diante dele se detiver.
Ricardo Saló / Expresso (2004)

No comments:

Post a Comment