Thursday, 10 May 2018

Orquestra Afro-Brasileira ‎– Orquestra Afro-Brasileira (1968)

Tracklist:
A1.   Agô Lonan
A2.   Tire O Calundú
A3.   Índia
A4.   Palmares
A5.   Babaloxá
A6.   Canto Para Omulú
B1.   Mo-Fi-La-Do-Fê
B2.   Saudação Aos Orixás
B3.   Xangô
B4.   Nagana
B5.   Os Oinho De Iaiá
B6.   Rei N'aruanda

Style: Batucada, Samba, African
Format: Vinylmp3, Rar
Label: Polysom - 33160-1

Credits:
Producer – Hélcio Milito
Distraídos, lembramo-nos imediatamente da apresentação colorida do Brasil ritual em “Tam… Tam… Tam…!”, atribuído a José Prates e que já comentámos aqui. Orquestra Afro-Brasileira avança na década seguinte, ano 1968, e este LP documenta o africanismo muito presente na espiritualidade brasileira. Bem melhor que nós, o elucidativo texto de Abigail Moura, na contracapa, afirma: 
“A CBS acaba de proporcionar, através do presente “Long playing”, a oportunidade para a observação dos amantes do ritmo, ora vibrante, ora monótono; da melodia e dos cânticos, às vêzes, lamurienteos e de profundo sentido místico, que foram o apanágio do sentimento do negro, no Brasil, há séculos passados. (…) Encontram-se músicas vocais nas línguas bantu, nagô, nhengatu e em português (obedecendo, em alguns casos, as corruptelas); como, também, as formas rítmicas desde o opanijé, (ritmo especial para Omolu), alujá, (ritmo especial para Xangô), culminando com a polirritmia afro-brasileira, cuja base é recolhida nas cerimônias litúrgicas afro-brasileiras. (…) Sim, a Orquestra Afro-Brasileira preserva e divulga a música de característica negra. É o sentimento de uma raça que, em tôdas suas nuanças, não se amalgamou com determinadas “sensibilidades”. É o que a música dêste original conjunto, também, traduz.”
 
“Saudação Aos Orixás” traz para nós toda a carga de densidade ritual na selva tropical. Somos espectadores não como turistas que assietm à dança colorida executada em trajes típicos, mas como exploradores curiosos a quem é oferecida uma oportunidade real de entendimento. Prensagem boa, dedicada, fabricada com autoridade no Brasil pela Polysom.                         
Source: Flur

2 comments: